Curso Para Uma Pastoral da Caridade - entrega de diplomas - 27 de Setembro de 2011

 

A Caridade, Opus Proprium do Ser da Igreja

 

Na noite de terça-feira, 27 de setembro de 2011, decorreu na Casa Diocesana de Vilar a sessão de encerramento do Curso “Para uma Pastoral da Caridade”, lecionado da Anunciação ao Pentecostes, nas quatro regiões pastorais da diocese do Porto, numa iniciativa conjunta dos Secretariados Diocesanos do âmbito da Caridade e do Centro de Cultura Católica. Os formandos, agentes da pastoral da caridade nas suas comunidades, frequentaram um itinerário que juntou a experiência de formação teológico-doutrinal e o aperfeiçoamento de competências para o exercício da caridade. Foi constituído por quatro sessões bíblico-teológicas e quatro sessões práticas em torno da Anunciação, Visitação, Compaixão e Redenção, lecionadas por D. António Couto, bispo auxiliar de Braga e professor de Sagrada Escritura na Faculdade de Teologia da Universidade Católica, e pelo P. Jorge Vilaça, presbítero da arquidiocese de Braga, com formação em Pastoral da Saúde. Às referidas sessões, o Curso juntou as Oficinas Pastorais da Caridade, que decorreram em 10 e 11 de Junho de 2011.

Depois de uma breve oração, a sessão foi aberta com uma saudação da Enf. Isabel Ribeiro, coordenadora de formação do Secretariado Diocesano da pastoral da Saúde, que também coordenou pedagogicamente este curso. Seguiu-se uma comunicação do P. José Nuno, assistente do mesmo Secretariado Diocesano. Partindo do nome de Deus no Livro do Êxodo (“Eu sou Aquele que sou”), referiu que Deus é amor em exercício. Retirando dai as necessárias consequências eclesiais e evocando a “Deus Caritas est” de Bento XVI, acrescentou que o ser da Igreja não pode ser diferente do ser de Deus, de tal modo que a caridade é um “opus proprium” do ser da Igreja. Percorreu ainda o itinerário do Curso, da Anunciação ao Pentecostes, numa síntese integradora dos seus eixos fundamentais: a encarnação, princípio da pastoral da caridade; a visitação, método da pastoral da caridade; a compaixão, atitude da pastoral da caridade; e a redenção, finalidade da pastoral da caridade.

Em seguida, foram entregues aos formandos os diplomas de conclusão do Curso ou os certificados de presença. Receberam o diploma de conclusão 163 formandos: 112 frequentaram o Curso no polo do Porto; 18 no de São João da Madeira; 21 no de Santo Tirso; e 12 no de Marco de Canaveses. Receberam o certificado de presença 112 formandos: 61 frequentaram o Curso no polo do Porto; 10 no de São João da Madeira; 25 no de Santo Tirso; e 16 no de Marco de Canaveses.

Antes do encerramento da sessão, o P. José Nuno anunciou os próximos Cursos a realizar nesta área. Em Janeiro de 2012 iniciar-se-á um Curso subordinado ao tema “Acolher, Acompanhar”, que preparará agentes pastorais para acompanhar em vários âmbitos: doença e idosos; morte e luto; adolescentes e jovens; família; crise sócio-económica. Para Fevereiro está reservado o início de mais um Curso para formadores no âmbito da Educação da Sexualidade. Estes Cursos serão entretanto divulgados. A sessão foi concluída com umas palavras de saudação e de estímulo do P. Adélio Abreu, diretor do Centro de Cultura Católica, e com uma breve oração.